O Talhante Toca Violoncelo

68e350cb10e36bbab74b53e0b5bc5fdb

Uma combinação improvável, mas real. De repente, há uns tempos, enquanto esperava no intervalo do almoço que o ajudante do talhante, sozinho àquela hora, desossasse a perna de peru que eu iria levar para o jantar, fui arrastada para uma conversa que extravasou o “Boa tarde menina, como está? Então o que vai levar hoje?”

Enquanto trabalhava com eficácia e minúcia, retirando ossos e tendões, aproveitou o tempo de espera e começa a perguntar “Então, ainda tem muito trabalho por hoje?” ” Sim, ainda dou aulas à tarde, lá em cima no Conservatório” “Ah, então é professora de música!” “Sim, mas estou mais na parte teórica, porque dou aulas de História da Cultura e das Artes. Mas também dou concertos meditativos com gongos e com taças tibetanas”. “Sabe que o Sr X [o dono do talho] toca violoncelo. E o filho mais velho também e o mais novo toca violino”. “Ai sim?”, pergunto algo espantada. E de repente, dou comigo a ouvir o ajudante do talhante a dissertar sobre tamanhos de violoncelos (a criança precisa de um mais pequeno) e eu a esclarecê-lo que mesmo assim as notas são as mesmas porque apesar de mais curtas, a altura do som depende também da espessura e da força tensora das mesmas. O género de conversa que nunca esperei ter no talho mas que demonstra os preconceitos que temos muitas vezes sobre os outros que, na verdade, nunca conhecemos verdadeiramente, tanto para o bem como para o mal.

Mas a minha admiração pelo talhante, que tem uma profissão para mim sob muitos aspectos desagradável (e confesso que cada vez como menos carne) a qual desempenha com orgulho, sempre expressando uma enorme simpatia e profissionalismo e que, para além do mais, às 8h já está no talho e só fecha a porta às 20h, aumentou consideravelmente. Fala ao telefone com os fornecedores, anota pedidos de encomendas e a palavra preferida dele é “maravilha”. Vende também um pão óptimo, queijos e hortaliça biológica que traz da horta dos pais. E arranja tempo para estudar violoncelo e ainda faz disso uma actividade com os filhos, que também leva frequentemente para o trabalho para que não fiquem sozinhos. Ena!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s